Barroso reforça equipe com jogadores vindos de 6 clubes do Brasil e do exterior

Há poucos dias para a estreia na Copa SC, o Clube Náutico Almirante Barroso confirma novos reforços para o elenco. No ataque, além de Andrézinho que renovou contrato depois da atuação no catarinense, o técnico Renê Marques vai poder contar com Dodô vindo do União (PR), Gil que atuava no Avaí, Caio vindo do Diadema (SP), Maycon e Neto, ambos que jogavam no time mineiro Tombense, de onde também veio o volante Natanael. Na mesma posição, Lucas de Sá atuava no Avaí e agora integra o time de volantes do Almirante Barroso junto com Maninho e Luanderson, também indicado como um dos destaques na série B do catarinense. “Queremos estrear com pé direito. A expectativa é boa e estamos no caminho certo”, ressalta Luanderson.

A zaga continua com nomes importantes do alviverde como Victor Hugo, Felipe Silva e Diego, mas também ganhou reforços com Renato que jogava no Spal da Itália e Lincoln de 22 anos. O atleta formado pelo Flamengo foi capitão em todas as seleções brasileiras de base e possui experiência internacional. Lincoln atuou no clube Lorca da Espanha.

“Trouxemos alguns reforços e contamos com atletas que fizeram a série B do catarinense no Barroso e já conhecem a estrutura de trabalho. A competição é jogo a jogo, mas a gente fez algumas mudanças na postura de jogar e acreditamos em uma boa campanha”, explica o técnico Renê Marques.

A estreia do Almirante Barroso na Copa SC será no próximo domingo (16), às 15h30min, contra o Brusque no Estádio Augusto Bauer.

Confira a lista de jogadores do Barroso para a Copa SC:

Goleiros:

Hudson Jr – último clube: Almirante Barroso

Henrique – último clube: Almirante Barroso

Zagueiros:

Vitor Hugo – último clube: Almirante Barroso

Felipe Silva – último clube: Almirante Barroso

Renato – último clube: SPAL (Itália)

Diego – último clube: Almirante Barroso

Lincoln – Último clube: Lorca (ESP)

Laterais:

Paulo Meneses – último clube: Almirante Barroso

Fabian – último clube: Avaí

Rodolfo Gonçalves – último clube: Rio Branco – Acre

Volantes:

Luanderson – último clube: Almirante Barroso

Maninho – último clube: Almirante Barroso

Lucas de Sá – último clube: Avaí

Natanael – último clube: Tombense (MG)

Meias:

João Paulo – último clube: Almirante Barroso

Jairo – último clube: Almirante Barroso

Matheus Paquetá – último clube: Avaí

Juninho – último clube: Avaí

Atacantes:

Andrezinho – último clube: Almirante Barroso

Ian – último clube: Almirante Barroso

Dodô – último clube: União (PR)

Maycon – último clube: Tombense

Neto – último clube: Tombense

Gil – último clube: Avaí

Caio –último clube: Diadema (SP)

Comissão técnica:

Treinador: Renê Marques

Aux.Técnico: Nenê Vannucci

Prep.Físico: Tiago Coelho

Prep.Goleiros: Alex Lima

Massagista: William Frutuoso

Fisioterapeuta: Ciro

Roupeiro: Paulinho

Gerente de futebol: Rômulo Coelho

Exame de colonoscopia é fundamental para diagnóstico de câncer de intestino

As pessoas, de um modo em geral, querem viver bem, felizes e com saúde. Para ter uma vida saudável é preciso mais do que comer bem, praticar atividade física e fazer o que se gosta – desde que seja saudável. É necessário realizar exames médicos regularmente.

Para diagnosticar o Câncer de Intestino, por exemplo, primeiro é efetuado o exame laboratorial de fezes. E essa já é uma barreira inicial para o brasileiro. O A.C. Camargo Center – popularmente chamado de Hospital do Câncer – realizou um estudo com 1.200 pacientes que já tinham ido ao médico e necessitavam realizar esse exame. Do total, 45% não retornou nem para entregar a amostra das fezes ao laboratório, ou seja, não sabe se tem ou não o câncer. Entretanto, é fundamental a realização de outro exame: a colonoscopia, procedimento que detecta se há inflamação na parede do intestino.

Porém, mais um problema é encontrado: a morosidade na realização desse exame. Em Itajaí, segundo a secretaria municipal de saúde, havia uma grande demanda reprimida desde 2013, mas que começou a ser atendida no ano passado por meio de mutirões.  Já em Balneário Camboriú, a Prefeitura comemora, pois conseguiu zerar a fila dessa especialidade, também após mutirões de exames. A capital do Estado, Florianópolis, retomou há pouco mais de um mês a colonoscopia, depois que o procedimento foi suspenso. Pacientes chegaram a ficar dois anos na fila de espera.

Realidade preocupante tendo em vista que o exame é de urgência e o Câncer de Intestino vem crescendo no mundo. É o segundo câncer mais frequente nas mulheres que moram na região Sul do Brasil. Em 2018 em Santa Catarina, de acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer) são esperados 1.200 casos confirmados da doença em ambos os sexos, enquanto no Brasil a expectativa é para 36.360 novos pacientes diagnosticados neste ano, um aumento de 6% em relação ao ano passado.

Os primeiros sintomas, em geral, surgem quando a doença já está em um estado avançado e têm como características mudanças nos hábitos intestinais como fezes com sangue, diarreia, dor abdominal, fraqueza e perda de peso.

Para alertar a população sobre essa grande incidência e os riscos da doença – genética, ambiente e estilo de vida – celebra-se neste mês o Setembro Verde! Os médicos recomendam que os primeiros exames sejam feitos em todas as pessoas com mais de 50 anos e a partir dos 30 anos para aqueles que têm registro de câncer de intestino na família. Tudo para prevenir a doença e tentar frear os índices que não param de aumentar.

Se o diagnóstico é fundamental, do outro lado existem os novos estudos  que buscam tratar o Câncer Colorretal. Hoje, há uma medicação, em fase de testes, sendo aplicada nos doentes no Centro de Novos Tratamentos Itajaí. “A nova medicação em comprimidos é dirigida para uma mutação específica, uma terapia alvo. Um em cada 20 pacientes com câncer de intestino tem essa mutação”, explica o médico oncologista Giuliano Santos Borges.

O trabalho iniciou em agosto de 2016 e deve ser concluído em julho de 2019. Para fazer parte deste processo é necessário ter o diagnóstico, se enquadrar em alguns pontos exigidos e ter mais de 18 anos.Caso você tenha diagnóstico ou conheça alguém com câncer de intestino, entre em contato com a equipe do Centro de Novos Tratamentos Itajaí, através do e-mail: poliana@oncologiasc.com.br ou telefone 47 3348 5093.

Projeto Gol para o Mundo: árvores são plantadas em Itajaí

Inspirar e sensibilizar a sociedade da importância de cuidar do meio ambiente é o foco do Projeto Gol para o Mundo da Diretoria de Futebol do Barroso de Itajaí. Nesta segunda-feira, (10), foi realizada a primeira ação do projeto que integra a programação do centenário do clube.

Jogadores da equipe profissional que disputaram o Catarinense deste ano plantaram árvores na Avenida Beira Rio, em Itajaí. Foram 24 mudas nativas e frutíferas, quantidade que simboliza o número de gols marcados durante o campeonato.

Entre os jogadores estava João Paulo, responsável por 5 dos 24 gols marcados pelo Barroso. “Nós como jogadores não podemos pensar só em fazer gols, precisamos pensar no futuro da nossa cidade, naquilo que vamos deixar para as nossas crianças. Esta ação mostra que o Barroso está fazendo a sua parte e marcando um gol para o meio ambiente,” destacou João Paulo.

Além dele, participaram os atletas Luanderson, Vitor Hugo e Jairo. Os profissionais contaram com a ajuda de um reforço. Os alunos da oficina de futebol do clube também integraram a equipe do Gol para o Mundo e colocaram a mão na terra. Até 2019, ano do centenário, serão realizadas outras atividades relacionadas a preservação do meio ambiente.

6ª Corrida e Caminhada Gomes da Costa 2018

Manter o corpo e a mente saudáveis. Essa ideia tem conquistado milhares de pessoas nos últimos cinco anos durante a realização da Corrida e Caminhada Gomes da Costa. Este ano, o objetivo da sexta edição é reunir quase duas mil participantes, entre homens e mulheres, de faixas etárias distintas e promover uma ação de caráter beneficente em prol da Associação de Pais e Amigos Excepcionais (APAE) de Itajaí. A empresa irá doar 5% do valor de cada inscrição realizada e mais um cheque no valor de R$15.000,00.

Corrida e Caminhada Gomes da Costa está entre as cinco maiores do Vale do Itajaí e será realizada no dia 30 de setembro, com largada prevista da Praça Genésio Miranda Lins na Av. Ministro Victor Konder, em Itajaí-SC.

Premiação

A exemplo das edições anteriores, as premiações serão em dinheiro e troféus. Ao todo, são R$ 3.900,00, sendo R$ 2 mil para a prova de 5Km e R$ 1,9 mil para a de 10Km. A expectativa para 2018 é reunir 1, 7 mil pessoas. A organização destinou 1,4 mil vagas para o público externo e 300 vagas para os colaboradores da Gomes da Costa.

Colaboradores participarão da corrida

Segundo Rochelli Kaminski, Diretora de RH da empresa “Esse evento já se tornou uma tradição na Gomes da Costa. É uma boa oportunidade para incentivarmos a prática de esportes. Estamos satisfeitos em saber que, a cada ano, mais pessoas se engajam na corrida”.

 Serviço:

6ª Corrida e Caminhada Gomes da Costa

Data: 30 de setembro de2018

Local da largada: Praça Genésio Miranda Lins – Av. Ministro Victor Konder – Fazenda – Itajaí-SC

Horário da Largada: às 8h – corrida de 10km e 5km – às 8h05 – caminhada 3km

Inscrições: abertas

 

Sobre a Gomes da Costa

A Gomes da Costa, marca com mais de 60 anos de história bem-sucedida no Brasil, é líder na produção e comercialização de pescados. Como parte do espanhol Grupo Calvo, a empresa tem ampliado a oferta de produtos – com o lançamento da linha de vegetais em conserva –, e também a malha de distribuição, as vendas ao exterior e os compromissos com a sociedade e o meio ambiente. Sua sede industrial, localizada na cidade de Itajaí (SC), constitui hoje o maior complexo de recepção e processamento de pescados da América Latina, produzindo diariamente mais de 2 milhões de latas – sendo a maior fábrica de sardinhas em conserva do mundo –, e gerando 1.800 mil empregos diretos. Com isso, a Gomes da Costa desempenha importante papel não só o entorno de sua fábrica, mas na própria cidade. www.gomesdacosta.com.br

Palestra Solidária rende quase 300 litros de leite para o Hospital Infantil Pequeno Anjo

Os alimentos arrecadados durante a Palestra Solidária foram entregues nesta quinta-feira (06), pelo Presidente da CDL Itajaí, Sr. Laerson Batista da Costa. O leite longa vida foi o ingresso para o evento realizado no final do mês de agosto, com dois palestrantes renomados no estado. Paulo Roberto Gomes falou sobre gerenciamento emocional com PNL – Programação Neurolinguística e o palestrante Sandro Ferrari apresentou o tema: Aumente o valor do que você vende. “É possível aumentar o valor do que você vende, se você pensar diferente, for criativo, oferecer algo diferente”, explica Ferrari.

Ao todo, 284 litros de leite foram destinados para a instituição. As doações foram recebidas pela diretora administrativa do hospital infantil, Professora Attela Provesi. “Aqui não atendemos somente as crianças, porque os familiares que acompanham também são assistidos pelo hospital. Essa ajuda é muito importante para atender essas pessoas que precisam do Hospital Pequeno Anjo”, explica.

Para o Presidente da CDL Itajaí, o objetivo foi alcançado: “A palestra solidária foi promovida pela CDL Itajaí, Sincomércio e Instituto Você, com o objetivo de proporcionar mais conhecimento para empresários e lojistas da nossa região e ao mesmo tempo, fazer a diferença no Hospital Pequeno Anjo. Ficamos felizes com o resultado e com certeza teremos outras ações adiante”, conclui Laerson Batista.

Jogadores do Barroso vão disputar campeonatos em São Paulo

O título de campeão do Campeonato Catarinense Sub-17 da série B rendeu a três atletas do Almirante Barroso a chance de disputar novas competições fora do estado. Nesta semana, o clube mais antigo de São Paulo – a Ponte Preta, acertou o empréstimo dos jogadores catarinenses  para disputar o Campeonato Paulista Sub 17, Copa do Brasil Sub 17 e Taça São Paulo de Júnior.

Estão na lista dos atletas emprestados para o time paulista, os jogadores:  Santino (atacante) pelo período de 6 meses, Natan (meia-atacante) e Jonatan (volante) com contrato de empréstimo de 7 meses. Outro acerto feito nesta semana foi do goleiro João Soares para o São Bernardo.

Segundo o presidente de futebol do clube, Hudson Moura, outras duas negociações estão em andamento. “Esse é um dos objetivos do Barroso: a formação. Precisamos colocar estes atletas na vitrine e hoje a vitrine para a categoria de base é a Copa São Paulo. Esse interesse de clubes de fora é o reflexo do trabalho que está sendo realizado aqui no Barroso”, comentou.

A negociação foi intermediada pelo assistente da presidência de futebol do Barroso, Marco Aurélio Barbosa. “O trabalho de base tem este foco, descobrir, preparar e mais tarde levar o nome do clube e do atleta para o restante do país. Com isso o Barroso ganha visibilidade e fica conhecido como um clube de formação”, destacou Marco Aurélio.

A Copa São Paulo conta com times de todo o Brasil e é uma das principais competições do país, além de ser conhecida por revelar novos talentos no futebol como por exemplo, Rogério Ceni – goleiro, Cafu – lateral-direito e Robinho – atacante.

Hoje é o dia de LARGAR O CIGARRO

Ei, você com esse cigarro no dedo! Já pensou em parar de fumar? Sim? Então o dia é hoje! 29 de agosto – Dia Nacional de Combate ao Fumo. Mas não só por isso, é porque todo dia é uma oportunidade para recomeçar e dar uma chance ao seu organismo que nada tem a ver com as suas escolhas erradas. Sim, erradas, pois não há conhecimento de nenhum benefício que essa droga lícita possa lhe trazer. Muito pelo contrário. O tabaco é responsável hoje pela maioria das doenças cardíacas, AVC  e dos tipos de câncer mais graves, como: pulmão, boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, fígado e bexiga. A ele são atribuídas 428 mortes por dia no Brasil, segundo pesquisa do Ministério da Saúde, Instituto Fio Cruz e INCA. Sem contar que cada vez mais os fumantes estão excluídos do círculo social. A guerra contra esse vício é grande, com locais cada vez mais reduzidos e campanhas fortes e assustadoras.

É difícil aceitar que na época de nossos pais fazia-se campanhas dando a falsa impressão do glamour, do poder, do charme. Na verdade, nunca houve nada de bonito. Essas propagandas enganosas foram proibidas, mas o reflexo ainda é notado. Os fumantes que tiveram contato com o cigarro nessas décadas, hoje acabam sendo os pacientes com graves consequências.

Como médico, ouço relatos de pacientes diariamente de como é difícil largar esse vício, como é ruim ficar de lado nas conversas com os amigos, suportar as cobranças de filhos / filhas e demais parentes. Mas por outro lado há quem diga que faria todo o esforço novamente para parar de fumar. Que tudo valeu a pena.

Evoluímos bastante sim. Mas a batalha é grande para buscar a conscientização da necessidade de abandonar essa dependência. Hoje temos várias formas de apoio, como: medicamentos, terapias, adesivo, doces (balas e pirulitos específicos com nicotina para passar a abstinência inicial), entre outras. Mas o que vai ser determinante, não tenha dúvida: será a sua força de vontade. Pense: parar de fumar hoje pode significar a decisão mais importante da sua vida.

Giuliano Borges

Oncologista

Jornalista da Multimídia participa de maratona no Rio de Janeiro

No próximo domingo, 19 de agosto, oito atletas de Itajaí, do Grupo da CAASC OAB Itajaí, irão participar da 22ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, considerada a mais bonita do gênero no país. A largada para quem vai fazer os 21 km será  em São Conrado e término no Aterro do Flamengo. A atleta Luana Lemke irá percorrer os 21.097 pela primeira vez e treina há alguns meses para vencer esse desafio. Os atletas Emilia Petter, Marilia Rebello, Geovana da Conceição, Deise Borba, Luiza Silva, Charles Cadori e Jailton Borges vão participar da prova nos 5 Km – com largada e chegada no Aterro do Flamengo. O grupo treina todas as terças e quintas-feiras e completa três anos no mês de outubro.

Em Itajaí, há estudos aplicando medicações em pessoas com metástase, câncer de pulmão e colorretal

A ciência e a tecnologia têm buscado soluções que possam facilitar e resolver problemas do mundo moderno. Na medicina não é diferente. O setor procura alternativas que tratem e curem doenças. Neste segmento, surge o estudo clínico, processo que aplica – em fase de testes – novas medicações em pacientes, antes das mesmas serem lançadas no mercado. Um processo seguro, com acompanhamento médico, e de graça.

A cidade de Itajaí sedia o local referência nessas aplicações no sul do país, é o Centro de Novos Tratamentos, que está com três pesquisas abertas recrutando pessoas, maiores de 18 anos, com diagnóstico de câncer e queiram fazer parte desse método. O grande diferencial desses tratamentos é a busca pela redução do efeito colateral, garantindo qualidade de vida inclusive no processo de aplicações dos remédios. Além dos excelentes resultados alcançados no que se refere a diminuição de tumores e possibilidade de elevação da sobrevida do paciente.

O mais comum de todos os tumores malignos, o câncer de pulmão, tem medicação disponível. As doses são efetuadas no Centro de Novos Tratamentos Itajaí que recebe até a próxima sexta-feira, dia 17/08/2018, interessados em fazer parte dos estudos e receber, sem custo, as aplicações por meio de protocolo de pesquisa clínica. A técnica utiliza o próprio sistema imunológico para destruir o tumor, aumentando a expectativa de vida. As pesquisas comprovam que indivíduos que ainda não passaram por quimioterapia têm resultados ainda mais eficazes. Esse tipo de câncer aumenta 2% por ano em todo o mundo. Neste ano, segundo o INCA – Instituto Nacional do Câncer – , serão 31.270 brasileiros com o diagnóstico.

O INCA afirma também que em 2018, o Brasil terá 36.360 casos de câncer Colorretal, tumores no intestino grosso e no reto. E a região Sul é a segunda com maior número de pacientes com diagnóstico, serão 6.730. Para tratar a doença, o Centro de Novos Tratamentos Itajaí também está com estudos abertos recrutando de graça homens e mulheres com esse tipo de neoplasia. Os testes da medicação iniciaram em 2016 e encerram em julho do ano que vem. No mundo, 645 pessoas receberão as doses que combatem a doença, que é a 4ª principal causa de morte por câncer no país.

Para as pessoas com metástase, uma patologia que causa muita dor, o Centro de Novos Tratamentos, do mesmo modo, está chamando os pacientes para fazerem parte do estudo – que está na 3ª fase e busca diminuir o sofrimento. O medicamento utilizado na pesquisa age juntamente com a morfina ou outros medicamentos desta classe, porém ele é oferecido em doses aplicadas de 2 em 2 meses, enquanto na morfina o uso é diário e muitas vezes não é eficaz para tratamento total da dor. No Brasil há somente 8 lugares que fornecem, sem custo e com acompanhamento médico esse medicamento e o único de Santa Catarina é o Centro de Novos Tratamentos Itajaí. Os outros ficam: 6 no estado de São Paulo e 1 no Rio Grande do Sul.

Todo medicamento que hoje está no mercado, nas prateleiras das farmácias, já passou por testes e estudos, como estes citados. O processo é fundamental para comprovar o quão eficaz é o produto. Mas o Brasil ainda precisa evoluir neste item, mesmo tendo o 6º maior mercado mundial de medicamentos. Entraves e burocracia fizeram com que o país perdesse, nos últimos 7 anos, 242 estudos clínicos, ou seja, cerca de 12.844 pacientes deixaram de ser atendidos, segundo a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa – Interfarma. Uma perda grande para a sociedade, que poderia ter curado muitos doentes e para a medicina que deixou de evoluir.

Uma ideia de quanto precisamos crescer, é que no Brasil leva-se, em média, 12 meses para aprovação de pesquisa, enquanto nos Estados Unidos o tempo é de menos de três meses.

No mundo há 390,25 mil estudos em andamento. Para mantê-los ativos é necessário, além de apoio do governo, que os pacientes recorram aos tratamentos disponíveis na pesquisa clínica, para que os investimentos prossigam na área e a evolução na saúde aperfeiçoe cada vez mais.

Navegantes na rota do turismo religioso de Santa Catarina é a primeira cidade do mundo a confeccionar o Maior Manto do Mundo à nossa Senhora

Quem visita Santa Catarina tem, além das belezas naturais, um roteiro especial para seguir: é o destino religioso. Há 22 santuários no estado, mas é na cidade de Navegantes que está a única Paróquia do mundo a ter feito um manto gigante para Nossa Senhora. Com população de 77.137 habitantes – segundo estimativa do IBGE – o município ainda contempla os costumes e as tradições açorianas, por isso a padroeira é Nossa Senhora dos Navegantes.

A fé pela Santa teve início no século XV quando se pedia proteção durante as navegações. Por ser uma cidade litorânea, com destaque na pesca e na área portuária, Navegantes tem na sua cultura o acolhimento ao homem do mar, e alcançou ainda mais notoriedade em julho, quando conquistou o certificado pela confecção do maior manto do mundo.

No dia 2 de fevereiro de 2018, cerca de 10 mil pessoas participaram do ato de fé que entrou para a história, quando os fiéis carregaram a veste gigante durante a 122ª Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes. O manto, que foi abençoado pelo bispo da Diocese Dom Rafael Biernaski, tinha 1.059,80 m2 e demorou 60 dias para ficar pronto. Após o trajeto, ele foi dividido em 16 mil pedaços e distribuído aos cristãos, como uma recordação do feito e um símbolo de bênçãos e proteção.

O ato religioso vai se repetir todos os anos com a confecção do manto, e inclui o Santuário de Nossa Senhora dos Navegantes, que fica no Centro da cidade, no percurso turístico catarinense. A história da Paróquia é centenária, assim como a de vários outros locais do estado que já estão consolidados na rota da devoção. Próximo de Navegantes estão as cidades de Brusque, que se consagra com o Santuário de Azambuja reunindo o maior acervo brasileiro de arte sacra, e Nova Trento, município da primeira santa brasileira: Santa Paulina.

A expectativa é bastante positiva para o turismo religioso, que cresce todos os anos no mundo.  Dados de uma pesquisa do Sebrae revelam que no Brasil há cerca de 300 destinos de turismo religioso. No ano passado, o segmento movimentou R$ 15 bilhões no país, segundo o Ministério do Turismo.

E com a chegada de visitantes locais, de outros estados e até estrangeiros os comércios e o artesanato lucram movimentando a economia e a geração de empregos. Além disso, o roteiro de fé incentiva o surgimento de novos negócios. Somente na última temporada de verão, Santa Catarina recebeu cerca de 2,5 milhões de turistas, gerando R$ 10,1 bilhões, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas.