Estrutura da divisão de Furtos e Roubo de Cargas de SC é apresentada aos empresários do transporte

“Tendo investigação obviamente nós temos prevenção”. Esta foi uma das falas destacadas pelo Delegado Osnei Valdir de Oliveira, da Divisão de Furtos e Roubo de Cargas, durante a passagem por Itajaí nesta quarta-feira (23).  A iniciativa do Sest Senat reuniu empresários da região interessados em conhecer a estrutura da divisão e o trabalho realizado para coibir o crime. Durante a palestra, o delegado Osnei apresentou aos participantes um passo a passo do funcionamento da divisão e os objetivos do grupo que atua em todo o estado de Santa Catarina.

De acordo com o delegado, o foco do trabalho desenvolvido pela divisão é garantir uma redução nos índices desta modalidade de crime. “Aqui no estado, o trabalho é realizado por um grupo pequeno, mas eficiente de policiais. Mesmo com o preparo da equipe é preciso um aumento no efetivo.  A nossa base é Florianópolis, mas os crimes acontecem em Itajaí, Joinville e parte na região oeste. Quando somos acionados precisamos deslocar estes policiais para cada ponto, mas não podemos deixar a nossa base sem policiais para realização das consultas e para as investigações eletrônicas, fundamentais para o sucesso do trabalho da divisão”, destacou Osnei.

O combate e a redução do furto e roubo de cargas de acordo com o delegado impacta em vários setores entre eles a violência, já que muitas vezes este tipo de crime financia delitos relacionado ao tráfico de drogas, na atuação das organizações criminosas e na perda de arrecadação de tributos para o estado, por exemplo. Outro ponto importante destacado pelo delegado e que auxilia na prevenção é a possibilidade de traçar perfis dos criminosos, preferência por cargas, tipo de rotas, regiões mais visadas e quem compra estes produtos.  Mesmo sem ter todos estes dados, algumas análises já foram feitas, entre elas está a afirmação que até o momento a prática destes crimes não tem nenhuma relação com facções criminosas. O Presidente do SEVEÍCULOS, Paulo Afonso Espíndola, acompanhou o workshop e durante a participação elogiou a iniciativa e a importância do Sest Senat para o setor de transporte.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *