Outubro Rosa: Campanha presenteia mulheres que estão em dia com a mamografia

Não importa em que local do mundo você esteja, para ter uma detecção precoce e correta do câncer de mama a mamografia é a melhor ferramenta. No Brasil, ou no exterior, este procedimento é o mais eficaz na identificação de possíveis nódulos e lesões milimétricas, ainda não palpáveis.

O grande problema é convencer as mulheres a realizar este exame. Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) mostra que 11,5 milhões de mamografias deveriam ter sido feitas em 2017, no entanto somente 2,7 milhões foram realizadas. Tendo atingido apenas 24,11% do público esperado, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda uma cobertura de 70%. Já é o índice mais baixo dos últimos 5 anos no país.

Mas em Itajaí (SC), quem estiver em dia com a mamografia vai ganhar um presente. A Associação Câncer com Alegria, em parceria com a Clínica Neoplasias Litoral, está incentivando as mulheres a se cuidarem, por isso vai oferecer um brinde em comemoração ao Outubro Rosa. A campanha foi lançada nesta terça-feira, dia 2 e seguirá até dia 15 de outubro.

Para participar basta ter em mãos a mamografia recente, feita em 2018, e levar até a sede da Associação Câncer com Alegria ou no stand que a ONG terá, para divulgação do seu trabalho, durante a 32ª Marejada. A festa acontecerá de 4 a 14 de outubro de 2018, no Centreventos de Itajaí. Ao apresentar o seu exame atual a mulher vai ganhar um sutiã rosa. Um gesto de carinho e de expressão do quanto é importante se cuidar, prestar atenção nas mamas, no corpo e não ter receio de realizar o exame.

Demonstrar que a mamografia não provoca lesões à paciente é o grande desafio dos médicos. Muitos, inclusive, indicam a realização do primeiro procedimento aos 40 anos, numa tentativa de identificar possíveis nódulos mais precocemente.

Porém, o Ministério da Saúde recomenda que mulheres sem sintomas ou sinais de doença façam o primeiro exame entre 50 e 69 anos de idade, a cada dois anos. Já pacientes com grande risco, com histórico familiar de primeiro grau, precisam ser avaliadas por seus médicos para que seja decidida a periodicidade da mamografia.

Conforme o Instituto Nacional do Câncer (INCA), neste ano, surgirão 59.700 novos casos da doença no Brasil. E no Sul do país o câncer de mama é o mais frequente entre as mulheres, sem contar o câncer de pele não melanoma. Números crescentes que chamam a atenção da medicina que tem buscado novos caminhos para tratar, com mais eficiência e sem tantos efeitos colaterais, os pacientes com câncer.

A Associação Câncer com Alegria desenvolve trabalho de excelência na região atendendo e acolhendo mulheres com câncer. Para conhecer as atividades realizadas – doação de lenços, empréstimo de perucas, micropigmentação de sobrancelhas, fisioterapia, coach e psicologia, OncoYoga e aulas de zumba – basta ir até a sede que fica na rua José Bonifácio Malburg, número 51, no centro de Itajaí, no período da tarde.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *