Posts

Barroso vence primeiro jogo da semifinal do Sub 17

Com um campo encharcado por causa da chuva da madrugada do último sábado, uma arbitragem com várias falhas e a missão de voltar para casa com os 3 pontos, o Almirante Barroso fechou o primeiro jogo da semifinal com uma vitória por 0x2 contra o Camboriú. A próxima partida está marcada para quarta-feira (23), às 10h no Campo do Natalense em Itajaí.

“Mesmo com esta vantagem é preciso respeito frente ao Camboriú. Foi uma equipe que fez um bom campeonato e chegou até aqui. Outro fator importante e que precisa ser levado em conta é o pequeno espaço de tempo para recuperação das duas equipes para a próxima partida. Vai faltar tempo para um trabalho mais tático, vamos fazer um regenerativo para deixar o time pronto e vamos pra cima, sonhando com a vaga na final”, destacou o técnico Nenê Vannucci depois da partida.

Os dois gols do Barroso no jogo contra o Camboriú foram marcados no segundo tempo. Ambos surgiram de uma jogada do capitão Natan. No primeiro gol, ele cruzou para Gladiador que foi derrubado na linha do gol. A arbitragem marcou pênalti e Kadu cobrou abrindo o placar para o time de Itajaí. O segundo gol saiu nos últimos minutos de partida e foi marcado pelo camisa 13 João Vitor.  O Barroso teve ainda um gol de falta anulado pelo árbitro do jogo. O destaque do jogo deste sábado (19), segundo a imprensa esportiva foi o jogador Erick o “gladiador”.

CDL de Itajaí mobiliza entidades para garantir o cumprimento da lei que regulamenta as feiras itinerantes no estado

O anúncio de uma feira de moda na véspera do Dia dos Pais, em Itajaí, no Centreventos, chamou a atenção da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL neste mês de abril. Imediatamente a entidade convocou as principais lideranças do setor para uma reunião com o prefeito Volnei Morastoni. O encontro contou com a participação do Sindicato do Comércio, Centro Lojas, empresários, Observatório Social e a Câmara de Vereadores. O grupo cobrou do executivo o cumprimento da lei estadual, onde consta: feiras não podem ser realizadas 30 dias antes de datas comemorativas, como Dia dos Pais, Mães, Crianças, Páscoa e Natal.

Para o presidente da CDL de Itajaí, Laerson Batista da Costa, as feiras impactam no movimento do comércio local. “Durante a permanência destes comerciantes no município, as lojas deixam de vender e isso não gera prejuízos apenas para o comerciante, os funcionários que trabalham com comissão também sofrem e acumulam prejuízos. Além do mais estas feiras não promovem a circulação de dinheiro em Itajaí, todo o resultado da venda vai embora com eles. A nossa intenção aqui foi fazer com que a lei fosse cumprida e o prefeito entendeu, entrou em contato com a secretaria responsável pela locação do Centreventos e determinou a suspensão da pré-reserva, ” finalizou Laerson. O presidente da CDL saiu do encontro satisfeito com a posição do prefeito Volnei Morastoni e lembrou que a entidade vai permanecer atenta para evitar prejuízos aos empresários da cidade.

A lei que regulamenta as feiras prevê ainda a proibição e comercialização de produtos de vestuário, têxteis, eletrônicos, nestes eventos de passagem. A venda só é permita em feiras tradicionais ou realizadas em festas que integram calendários oficiais dos municípios ou estado.