Posts

Advogados da região de Itajaí repudiam a mudança de endereço da Justiça Federal

Os advogados de Itajaí  e região repudiaram a mudança de endereço da Justiça Federal. Essa conclusão foi obtida nesta quarta-feira, 13 de março, durante audiência pública promovida na sede da OAB da cidade. Profissionais da região estiveram reunidos e relataram os problemas mais comuns da rotina de trabalho na Justiça Federal. Os mais graves são relacionados a falta de acessibilidade, principalmente para os cadeirantes. Há inúmeros casos onde a cadeira de rodas não passou pela porta de perícia e o usuário teve que ser colocado em outra cadeira. Outro obstáculo é a dificuldade do uso da maca, pela estrutura pequena da sala.
 
A preocupação dos advogados é grande também com a dificuldade de acesso dos clientes, que muitas vezes não têm recursos financeiros para chegar até o local e precisam pegar mais de um transporte, ou então, pagar pelo estacionamento. 
Esses são apenas alguns dos pontos trazidos para a reunião. E a dificuldade pode aumentar com a possibilidade de não haver mais a circulação de ônibus intermunicipais pelo bairro, com a implantação de um Consórcio em estudo. 
 
Outra questão apontada é o constrangimento que os usuários têm ao entrar num hotel, para ter acesso à justiça. Muitos clientes acabam coagidos e intimidados pela apresentação física do local. Na maioria das vezes, são pessoas que buscam o direito ao benefício do INSS ( auxílio doença, pensão, aposentadoria).  Por tudo isso, ao final da audiência pública, foi um consenso entre os advogados que a Justiça Federal está num local inapropriado e assim, não cumpre com o seu papel social. 
 
Uma comissão entre os presidentes das comissões de direito previdenciário de seis subseções: Itajaí, Navegantes, Balneário Piçarras, Balneário Camboriú, Camboriú e Itapema, para dar encaminhamentos em busca de solução para esses transtornos. 
 
Reunião com a Justiça Federal 
Ainda na quarta-feira, no período da tarde, representantes da Justiça Federal estiveram reunidos com a Diretoria da Subseção e explicaram que o critério para a mudança foi econômico. Reforçaram também que outros locais foram analisados, porém, não foram compatíveis.

Motoristas da Transpiedade participam de trabalho de prevenção de acidentes

Os motoristas da Transpiedade receberam orientações dos profissionais do Sest Senat. O objetivo é reforçar a importância de estar atento ao trânsito, praticar a direção defensiva e principalmente sobre os riscos do uso de celular ao volante. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Utah, nos Estados Unidos, mostrou que a combinação celular e trânsito pode aumentar em até 400% o risco de acidentes. Ao desviar o olhar para ler uma mensagem, por exemplo, o condutor perde cerca de cinco segundos da atenção. Se ele estiver a 80 km/h, é como se percorresse um campo de futebol inteiro sem ver o que está acontece do lado de fora.

A ação foi realizada no pátio da própria empresa de transporte público e contou com o apoio da unidade móvel do Sest Senat. No local, além das orientações, os motoristas assistiram vídeo educativo e tiraram dúvidas.

Para a Transpiedade, “esse trabalho com os motoristas contribui para manter um serviço de qualidade e principalmente a segurança de todos”, conclui o Gestor Operacional, Nairo Rodrigo da Silva.

Brasileiro vence argentino campeão Pan-americo de remo

Matheus Freitas do Clube de Remo do Vasco da Gama e integrante da seleção brasileira de remo voltou a fazer história no Row To Win. O remador que já era dono do melhor tempo dos 1000 metros do Circuito Internacional de Remo Indoor bateu o próprio recorde na prova de Balneário Camboriú realizada no último dia 24.  Além do melhor tempo do circuito o remador de 22 anos é dono da melhor marca de 2018 em todo mundo. Matheus completou a prova em 02`46.1, o tempo anterior era de 02’49.8.

Entre os adversários da promessa do remo no Brasil estava o campeão pan-americano e remador da seleção Argentina Rodrigo Murillo. O remador argentino veio à Santa Catarina especialmente para esta prova. Uma disputa esperada pelos atletas inscritos no Circuito e pelo público presente na arena, afinal de contas um duelo entre brasileiros e hermanos é sempre motivo de rivalidade, mas ao mesmo tempo de demonstração de espírito esportivo e valorização do potencial de cada atleta.

Dentro da arena Matheus conquistou o melhor tempo, mas fora dela o remador brasileiro ressaltou o potencial do adversário argentino e admiração pela história construída por Rodrigo Murillo dentro do esporte. “Para mim é uma felicidade competir com um cara que foi tantas vezes campeão, qualquer campeonato que tenha ele está. Então, se eu for metade do que ele foi até hoje eu já estou satisfeito”, destacou Matheus.

Rodrigo Murilo fez o segundo melhor tempo da prova de 1000 metros, fechou em 02’52.7 e ao final da disputa também registrou a admiração pelo adversário.” Matheus é muito bom, é muito forte. Mas eu quero voltar aqui, eu não gosto de perder e por isso eu pretendo voltar para vencer este desafio”, finalizou Rodrigo Murillo.

BRASIL E ARGENTINA DISPUTAM RECORDE EM CIRCUITO INTERNACIONAL DE REMO, EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ

  A Copa do Mundo acabou, a França levantou a taça, as seleções do Brasil e da Argentina foram eliminadas antes do previsto, mas a disputa entre os dois países continua. E essa “rivalidade” ultrapassa os gramados. Brasileiros e Argentinos também disputam o favoritismo e o recorde de uma competição de remo indoor, durante a Row To Win, que acontece no dia 21 de julho, em Balneário Camboriú.

     A expectativa da organização é receber mais de 150 competidores, mas os olhares estarão voltados para duas feras do esporte: o brasileiro Matheus Freitas, dono do recorde do Circuito – e o argentino Rodrigo Murillo, campeão Pan-Americano de 2011.

     Os dois atletas chegam com foco total à Santa Catarina e só pensam na vitória. “Depois de uma fratura durante os treinos já estou voltando 100%. Tenho trabalhado duro e vamos fazer o máximo para baixar o recorde, buscando melhorar cada vez mais”, diz o atleta brasileiro. O argentino não deixa para menos e afirma: “Tenho muita resistência! Não será fácil baixar o número do Matheus, mas estou ansioso e confiante que irei alcançá-lo”.

Eles têm se preparado bastante para a disputa do Row To Win, o remo indoor simula os mesmos movimentos do remo na água. A atividade vem crescendo e ganhando muitos adeptos por ser um esporte bastante completo, combina como em nenhum outro esporte força e resistência.

          A primeira etapa da prova de 2018 já ocorreu em Palhoça, a segunda será em Balneário Camboriú e a terceira em Itajaí, cidade destaque no setor náutico nacional. Na edição de 2017, cem competidores estiveram presentes em cada etapa e Matheus fez história batendo o recorde da prova com 2h49 min 8 segundos. De lá para cá, ele participou de dois Campeonatos Brasileiros, e competiu em categorias acima da dele.

     Para a disputa do próximo dia 21 o público pode esperar grandes emoções, adrenalina, preparo físico e uma grande rivalidade sadia. “Não conheço Rodrigo pessoalmente, mas vai ser um prazer disputar com um dos maiores competidores argentinos”, avalia Matheus. O hermano já avisa que vem pra ganhar o primeiro lugar. “Eu não gosto de perder nada, não será fácil me vencer. Mas aproveito para mandar saudações ao povo do Brasil que sempre me tratou muito bem toda vez que estive aí”, finaliza o argentino.

     Só resta saber se toda essa cordialidade vai entrar em cena na hora da disputa pelo melhor tempo no remo seco.

O QUE: Row To Win – competição de remo seco, atletas disputam quebra de recorde

QUANDO: 21 de julho de 2018

HORÁRIO: 13h

ONDE: Balneário Camboriú Shopping – Balneário Camboriú – SC

VALOR: Público pode assistir de graça a essa disputa.

Santuário de Nossa Senhora dos Navegantes passa a ser reconhecido mundialmente

A cidade com aproximadamente 77 mil habitantes celebra neste domingo (08), uma missa especial, com a presença do Bispo Dom Rafael. Juntos, centenas de fiéis devem comemorar o anúncio do Guiness Record, com o maior manto de Nossa Senhora do mundo.
O maior manto do mundo foi abençoado e utilizado na procissão da 122ª Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, realizada no dia 2 de fevereiro, na cidade catarinense. No dia, pelo menos 5 mil devotos ajudaram a carregar o manto que vestia a imagem centenária de Nossa Senhora, outras cinco mil pessoas acompanharam fazendo orações.
Para Daiane Maria da Silva, o momento foi de muito amor e fé. “Dá impressão de que tivesse tocando em Nossa Senhora. Foi muito emocionante participar, porque esse manto serve como um abraço, uma proteção”, explica. Daiane Maria é uma das milhares de pessoas que tiveram a oportunidade de levar para casa uma lembrança desse momento especial.
Após a procissão o manto gigante de Nossa Senhora dos Navegantes foi dividido em 16 mil pedaços e entregues para os fiéis. Em casa, no trabalho, no carro ou com a própria pessoa, ter um pedaço do manto de Nossa Senhora é especial. “As pessoas usam nas horas de aflição, que buscam proteção, como se busca de uma mãe”, lembra Lindomar Luzia Couto.
O maior manto do mundo foi confeccionado durante 60 dias, na empresa Equilibrios por dezenas de profissionais. Para conquistar o título do Guiness Record, a medição foi realizada na presença de um topógrafo, engenheiros, bombeiros, policiais, fotógrafos, além de moradores da cidade que comprovaram os 1.059,80m² de tecido com renda que vestiria Nossa Senhora no dia da procissão.
“Tivemos que seguir várias exigências e critérios para a certificação do título mundial. Esse manto gigante não é um pano qualquer, ele precisou ser em escala o tamanho do manto verdadeiro, além de estar preso à santa. Aqui na cidade essa é uma festa tradicional com uma devoção muito grande, então nada mais natural do que a empresa por estar aqui na comunidade se envolva nessa produção tão importante”, conclui Luiz Campana, gerente da empresa.
O resultado do guiness Record foi publicado no mês de junho e coloca o Brasil como o primeiro país a confeccionar um manto gigante. E a iniciativa não para por aqui. Todos os anos, o Santuário de Nossa Senhora dos Navegantes contará com um manto gigante para que os devotos de todo o país possam participar da procissão durante a festa em honra à padroeira e quem sabe até terem a experiência de seguirem cobertos pelo manto de Nossa Senhora.

Barroso vence de virada o Juventus de Jaraguá do Sul

Jogando em casa e com novidades em campo o Almirante Barroso venceu de virada o Juventus de Jaraguá do Sul. Na estreia de um dos reforços vindos do Inter de Lages, o verdão conquistou a segunda vitória na série B do Catarinense.
O Juventus saiu na frente marcando dois gols. Mas, no segundo tempo o Almirante Barroso descontou. O primeiro gol foi de Paulo Meneses, o empate veio de uma jogada do camisa 19 Judson e o gol da vitória dos pés de Alessandro. O atacante chegou da serra catarinense nesta semana e foi um dos escalados para a partida desta quarta-feira (20). “Eu cheguei no Barroso, encontrei um grupo que quer subir, comprometido e a gente chega para somar. Eu não estou aqui para tomar espaço de ninguém, mas sim para ajudar a equipe e o clube. E felizmente, hoje foi uma estreia de pé direito, com um gol que eu dediquei aos meus pais que estavam assistindo”, destacou Alessandro.
Outro destaque do Barroso no jogo desta quarta-feira foi o atacante Andrezinho, dono de várias jogadas importantes e decisivas para o time de Itajaí. Para o jogador o momento é de celebração, mas também é importante manter o foco, pois o próximo adversário é o Camboriú. “Vamos em busca da vitória, mas se não der para ganhar pelo menos a gente não pode perder, pois neste campeonato de pontos corridos, qualquer ponto somado fora é importante”, finalizou Andrezinho. O jogo contra o Camboriú está marcado para este sábado no Estádio Roberto Santos Garcia, a partir das 17h.

Foto: Rafael Nunes / Almirante Barroso

Estrutura da divisão de Furtos e Roubo de Cargas de SC é apresentada aos empresários do transporte

“Tendo investigação obviamente nós temos prevenção”. Esta foi uma das falas destacadas pelo Delegado Osnei Valdir de Oliveira, da Divisão de Furtos e Roubo de Cargas, durante a passagem por Itajaí nesta quarta-feira (23).  A iniciativa do Sest Senat reuniu empresários da região interessados em conhecer a estrutura da divisão e o trabalho realizado para coibir o crime. Durante a palestra, o delegado Osnei apresentou aos participantes um passo a passo do funcionamento da divisão e os objetivos do grupo que atua em todo o estado de Santa Catarina.

De acordo com o delegado, o foco do trabalho desenvolvido pela divisão é garantir uma redução nos índices desta modalidade de crime. “Aqui no estado, o trabalho é realizado por um grupo pequeno, mas eficiente de policiais. Mesmo com o preparo da equipe é preciso um aumento no efetivo.  A nossa base é Florianópolis, mas os crimes acontecem em Itajaí, Joinville e parte na região oeste. Quando somos acionados precisamos deslocar estes policiais para cada ponto, mas não podemos deixar a nossa base sem policiais para realização das consultas e para as investigações eletrônicas, fundamentais para o sucesso do trabalho da divisão”, destacou Osnei.

O combate e a redução do furto e roubo de cargas de acordo com o delegado impacta em vários setores entre eles a violência, já que muitas vezes este tipo de crime financia delitos relacionado ao tráfico de drogas, na atuação das organizações criminosas e na perda de arrecadação de tributos para o estado, por exemplo. Outro ponto importante destacado pelo delegado e que auxilia na prevenção é a possibilidade de traçar perfis dos criminosos, preferência por cargas, tipo de rotas, regiões mais visadas e quem compra estes produtos.  Mesmo sem ter todos estes dados, algumas análises já foram feitas, entre elas está a afirmação que até o momento a prática destes crimes não tem nenhuma relação com facções criminosas. O Presidente do SEVEÍCULOS, Paulo Afonso Espíndola, acompanhou o workshop e durante a participação elogiou a iniciativa e a importância do Sest Senat para o setor de transporte.

Controle do limite da cota para a safra da tainha será feito com informações das indústrias

Os dados das indústrias de pesca enviados por meio de um formulário online no site do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca (SEAP) vão servir como um controlador de volume de captura para a safra da tainha (Mugil Liza) deste ano. Pela primeira um sistema de cotas irá funcionar. As instruções deste novo modelo e a importância do preenchimento e envio das informações foram repassadas pelo Coordenador Técnico da ONG Oceana, Martin Dias. Ele esteve em Itajaí conversando com armadores e representantes das indústrias pesqueiras associadas ao SINDIPI. Durante a reunião, Martin destacou a importância da implantação do sistema de cotas, mas lembrou que alguns erros e falhas devem acontecer, pois é o primeiro ano. “Foi muito trabalhoso chegar até aqui, teve muita abertura por parte do setor e das indústrias que durante o debate sobre a possibilidade de implantar este modelo forneceram dados. Informações responsáveis para a definição da cota máxima no estado que é de 3.417 toneladas sendo 2.221t para a pesca industrial (cerco/traineira)”, mencionou Martin.

De acordo com as regras para a safra deste ano, estas informações online devem ser encaminhadas no prazo de até 48 horas, contando a partir da compra ou recebimento da tainha por parte das indústrias. Na planilha existem 8 campos para preenchimento, entre as informações estão dados como: 1. Número de registro do SIF, 2. Número do lote na empresa, 3. Peso de tainha recebida, 4. Tipo de produtor (artesanal/ industrial), 5. Nome do fornecedor, 6. RGP do pescador ou da embarcação, 7. Data de entrada de recebimento, 8. Número da Nota Fiscal.

Os dados serão monitorados e mais tarde cruzados com os mapas de bordo e de produção. Quando o volume de captura atingir 80%, a Secretaria emite uma portaria suspendendo a captura. Outro ponto importante destacado durante a reunião, é o aviso de saída das embarcações dos portos. Cada barco precisa comunicar sua saída no mesmo dia ou com antecedência máxima de 24 horas, através do formulário online (disponibilizado SEAP e ou MMA) ou impresso, caso for impresso deverá ser protocolado no escritório Regional da SEAP ou IBAMA de Santa Catarina. As informações necessárias são simples: 1. Nome da embarcação, 2. RGP, 3. TIE, 4. Data prevista de saída, 4: Porto de saída. Depois deste envio, o governo emite um número de protocolo, (online ou impresso). O documento serve como segurança caso esta embarcação esteja em alto mar quando o alerta do fim da safra for emitido.

Para participar do processo de seleção da safra 2018, os armadores encaminharam toda a documentação comprobatória dos critérios estabelecidos no edital. Critérios que segundo a avaliação do Coordenador da Câmara Setorial do Cerco do SINDIPI, Agnaldo Hilton dos Santos, foram democráticos. “Claro que existem pontos que precisam ser reavaliados, mas diferentemente do ano passado não vai existir sorteio. Esta mudança tende a melhorar, pois existia uma redução gradativa de 20% ano no número de embarcações e este novo modelo garante a participação de mais barcos trabalhando”, destacou Agnaldo. Ainda segundo o Coordenador da Câmara do Cerco, depois de encaminhada a documentação, a data para a publicação da lista com o nome das embarcações autorizadas depende da agilidade da SEAP, mas os armadores estão otimistas e aguardam o resultado da seleção pelo menos 5 dias antes do começo da safra previsto para o dia 1°de junho. Com a implantação do sistema de cotas, 50 barcos (cerco/traineiras) devem receber a autorização para a safra deste ano. Em 2017, apenas 17 embarcações associadas ao SINDIPI participaram da captura.

Barroso vence primeiro jogo da semifinal do Sub 17

Com um campo encharcado por causa da chuva da madrugada do último sábado, uma arbitragem com várias falhas e a missão de voltar para casa com os 3 pontos, o Almirante Barroso fechou o primeiro jogo da semifinal com uma vitória por 0x2 contra o Camboriú. A próxima partida está marcada para quarta-feira (23), às 10h no Campo do Natalense em Itajaí.

“Mesmo com esta vantagem é preciso respeito frente ao Camboriú. Foi uma equipe que fez um bom campeonato e chegou até aqui. Outro fator importante e que precisa ser levado em conta é o pequeno espaço de tempo para recuperação das duas equipes para a próxima partida. Vai faltar tempo para um trabalho mais tático, vamos fazer um regenerativo para deixar o time pronto e vamos pra cima, sonhando com a vaga na final”, destacou o técnico Nenê Vannucci depois da partida.

Os dois gols do Barroso no jogo contra o Camboriú foram marcados no segundo tempo. Ambos surgiram de uma jogada do capitão Natan. No primeiro gol, ele cruzou para Gladiador que foi derrubado na linha do gol. A arbitragem marcou pênalti e Kadu cobrou abrindo o placar para o time de Itajaí. O segundo gol saiu nos últimos minutos de partida e foi marcado pelo camisa 13 João Vitor.  O Barroso teve ainda um gol de falta anulado pelo árbitro do jogo. O destaque do jogo deste sábado (19), segundo a imprensa esportiva foi o jogador Erick o “gladiador”.

Câmara de Desenvolvimento da Indústria da Pesca da FIESC promove reunião em Itajaí

A semana começa com debates e busca por soluções para o setor pesqueiro de Santa Catarina. Nesta segunda-feira (07), a partir das 9h a Câmara de Desenvolvimento da Indústria da Pesca da FIESC promove um encontro com armadores e empresários das indústrias associadas ao Sindicato dos Armadores e das Indústrias de Pesca de Itajaí e Região – SINDIPI. Participam da reunião representantes do SEBRAE e do SENAI de Chapecó.

Para o presidente da Câmara, André Mattos o encontro será uma oportunidade para o setor conhecer produtos e serviços que possam auxiliar nas necessidades enfrentadas pelo setor. “O SENAI de Chapecó por exemplo vai apresentar um trabalho de análise de alimentos, um tipo de serviço que as nossas indústrias utilizam. Quando uma empresa de pesado precisa analisar algum produto elas encaminham para São Paulo ou Pernambuco. A intenção é usar o laboratório do SENAI que fica aqui no estado”, destaca André.

Na programação do SENAI estão previstas ainda palestras sobre: “Soluções para as indústrias de Pescado” e “Tendências e Otimização do processamento de Pescados”. A participação do SEBRAE encerra o encontro deste segunda-feira. A reunião será realizada na sede do auditório do SINDIPI.